Entre em contato conosco
(11) 2928-4923
0Item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Product was successfully added to your shopping cart.

Crítica Literária

Direção Descendente

   

Itens 1 para 10 de 12 total

  1. 1
  2. 2
  1. Carlos Drummond De Andrade E Ribeiro Couto. Correspondência
    Novo

    Carlos Drummond De Andrade E Ribeiro Couto

    Carlos Drummond de Andrade e Rui Ribeiro Couto se corresponderam durante décadas, entre 1925 e 1963. Foram cartas, bilhetes, cartões e telegramas, por vezes acompanhados de poemas. A presente edição reúne esse material, testemunho precioso da interlocução entre dois intelectuais, marcada pelo zelo literário característico de ambos.
    R$34,00
  2. Poesia Infantil e Juvenil Brasileira - Uma Ciranda Sem Fim

    A poesia para a infância é um gênero ainda não tratado em sua abrangência. Não tem também entrado em sala de aula como deveria: às vezes, quando isso acontece, recebe um tratamento inadequado, sendo abordada como um texto em prosa. Na verdade, o desinteresse pela poesia não raro se deve a certo despreparo quanto ao trabalho com o texto poético, somado ao desconhecimento do papel da arte, no desenvolvimento da personalidade.
    R$35,18
  3. Nova História da Arte

    O grande público não se interessa pela arte contemporânea, mas será que a arte contemporânea se interessa pelo público? É a partir de questões como essa – estampada no Museu D’Orsay, em Paris, anos atrás – que o escritor e crítico Affonso Romano de Sant’Anna instaura uma reflexão original em torno do que chama de a insignificância nas artes plásticas contemporâneas, ou seja, o fato de que as obras privilegiam a construção da não significação, em completa oposição à tradição não apenas das artes plásticas, mas das artes de modo geral. Avançando em discussões travadas em livros anteriores como Desconstruir Duchamp e O enigma vazio, e apoiado em contribuições de disciplinas diversas, com destaque para a antropologia, a linguística e a semiologia, o autor, nos dois ensaios que compõem este livro, propõe modos de interferir na confecção da própria história da arte, pensando em novos métodos para essa história, e assim questionando, por exemplo, qual é o lugar da transgressão na arte. Affonso Romano de Sant’Anna procura traçar o que identifica como a base gramatical do discurso atual das artes plásticas, compreender sua estrutura interna, de forma a refletir sobre esse discurso e, indo além, pensar e problematizar os próprios enigmas de nosso tempo.
    R$20,91
  4. Melancolia - Literatura

    Nesta obra, Costa Lima recupera as acepções históricas e filosóficas da melancolia para estabelecer a articulação desse estado afetivo com a literatura. No percurso dessa investigação, o autor reconhece a condição de “criatura carente” no caráter humano – pathos da melancolia no discurso ficcional e plástico. Com essa tese, o ensaísta irradia sua análise para traços peculiares da produção de dois escritores decisivos da literatura moderna ocidental: o tcheco Franz Kafka e o irlandês Samuel Beckett. Ao fazer esse mapeamento extenso, estudado ora teórica ora textualmente, Costa Lima aponta como a experiência melancólica, na cultura ocidental, afetou de diferentes modos as diversas expressões do pensamento e das artes.
    R$50,57
  5. Machado de Assis, O Escritor que Nos Lê: As Figuras Machadianas Através da Crítica e das Polêmicas

    Hélio de Seixas Guimarães há muitos anos se debruça não só sobre a obra de Machado de Assis, mas também sobre sua recepção pela crítica e pelos leitores. Nesta obra, contudo, ele não tencionou compor uma história dessa recepção, missão já realizada em outros trabalhos – como, por exemplo, os de José Galante de Sousa, Jean-Michel Massa e Ubiratan Machado, que têm procurado organizar a fortuna crítica mais extensa das nossas letras. Seu objetivo, neste livro resultante da tese de livre-docência defendida na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, foi estabelecer quatro momentos considerados como de inflexão na percepção e no entendimento do que o autor entende como um processo de construção de quatro figuras de Machado: o escritor excêntrico, o mito nacional, o escritor internacionalizado e o autor realista.
    R$42,88
  6. Lutas e Auroras. Os Avessos do Grande Sertão: Veredas

    Ao prosseguir suas análises sobre o escritor mineiro Guimarães Rosa, o crítico Luiz Roncari se debruça neste livro sobre a “parte negra” do romance Grande sertão: veredas. A investigação sensível das agruras de Riobaldo em sua constituição de sujeito, do despreparo para ser chefe à ação integradora, mediada pela relação ambígua com o poder, é palmilhada com vagar pelo autor, deslindando os redemunhos frasais apenas para recompô-los sob nova luz, direcionada para o ato interpretativo. A atenção aos meneios da pulsão formal, na transitividade profusa entre epopeia e romance, cifra destinos e modos de contar urdidos por uma voz narrativa que, oscilando entre o parecer das ações reportadas e o ser da intimidade que se confessa, compõe a híbrida figura de um “guerreiro penseroso”, cujo anseio central, ladeado pelas lutas e amores, é o da “superação de si”.
    R$41,10
  7. Literatura. Ontem, Hoje, Amanhã

    Este livro volta-se ao público com uma provocação: o que é a literatura? A pergunta aparentemente simples guarda inúmeras armadilhas. Quais os limites da literatura? Quais são os seus tipos, suas modalidades, seus gêneros? E, mais que isso: como a ideia do que é literatura se alterou com o tempo? Para todas as idades, este texto, por seu tom saborosamente literário, acaba ele mesmo sendo objeto entre os territórios investigados em suas páginas.
    R$29,26
  8. Histórias de Livros Perdidos

    Este livro conta a jornada em busca de oito livros perdidos, livros quase míticos: todos aqueles que os procuram estão certos de que existem e de que vão encontrá-los, mas ninguém realmente tem provas concretas e conhece rotas seguras até eles. Muitas vezes, as pistas são fugazes e a esperança de encontrar essas páginas é mínima. Mesmo assim, a viagem vale a pena. São livros que existiram e desapareceram. Byron, Gógol, Hemingway, Walter Benjamin e Sylvia Plath estão entre os autores desses ilustres desconhecidos. Os livros perdidos não são livros esboçados pelo autor e nunca nascidos: são aqueles que o autor escreveu, que alguém viu e talvez tenha até lido, e então foram destruídos ou desapareceram de alguma maneira. Livros queimados, rasgados, roubados... livros que não chegaram a nós, mas sobre cuja existência se tem certeza.
    R$31,63
  9. Fragmentos Sobre Poesia e Literatura (1797-1803)

    Crítico literário, poeta e editor, Friedrich Schlegel foi uma voz determinante para os movimentos literários europeus do século XIX. Seus aforismos, publicados na revista Athenaeum, que dirigiu entre 1798 e 1800, foram a base sobre a qual se edificou o primeiro romantismo alemão. Em Fragmentos sobre poesia e literatura (1797-1803) e Conversa sobre poesia, reunidos em um mesmo volume nesta edição brasileira, pode-se conferir essa escrita que busca, em forma de diálogos, refletir sobre o significado da vida e da arte.
    R$61,31
  10. Dias Gomes - Um Dramaturdo Nacional-Popular

    "A retomada da dramaturgia por Dias Gomes ocorre na confluência de vários aspectos de nossa produção teatral. Ele mesmo, como dramaturgo, vem de uma experiência com sucessos e fracassos iniciada junto a Procópio Ferreira e participa ativamente da luta política nos anos 1950 – como militante do PCB – e, quando retorna ao teatro com ""O pagador de promessas"", está determinado a ser não apenas mais um dramaturgo brasileiro, mas principalmente um dramaturgo nacional-popular."
    R$32,81
Direção Descendente

   

Itens 1 para 10 de 12 total

  1. 1
  2. 2